terça-feira, 29 de outubro de 2013

Cobrança de IPVA para Embarcações - PEC 140/2012

Contra a cobrança do IPVA para embarcações


A Proposta de Emenda à Constituição (PEC 140/2012) que trata da cobrança de impostos para veículos aéreos e aquáticos apresentada pelo Deputado Assis Carvalho (PT do Piauí) encontra-se em tramitação e aguardando a criação de uma comissão na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados. Na esteira das decisões políticas visando a aumento da arrecadação de impostos, ela pretende alterar a Constituição Federal para permitir aos estados a cobrança do IPVA sobre aviões e embarcações.

A matéria já foi objeto de discussão no STF em maio de 2002. Na época, a tentativa de impor o tributo era a mesma, mas sem a alteração constitucional e o Supremo vetou porque o IPVA (imposto sobre veículos automotores) é um sucessor da antiga TRU (Taxa rodoviária Urbana) e voltada apenas para veículos automotores terrestres. Agora, entretanto, com a tentativa de mudança da Constituição a manobra política poderá tornar a cobrança viável. O tema, que vem sendo defendido por alguns como sendo de “interesse popular" na verdade revela a ignorância sobre o uso dos veleiros. Sendo o IPVA um imposto para “veículos automotores”, jamais poderia incidir sobre um veleiro, movido eminentemente por vento. Num veleiro, o motor é apenas auxiliar em manobras quando da atracação/desatracação ou em emergências causadas pela falta de vento. Não é cabível mais um imposto sobre as embarcações produzidas no Brasil, que já tem uma carga tributária elevada e tem acarretado prejuízo junto a estaleiros, navegadores, trabalhadores das pequenas empresas e, por consequencia, beneficiando a industria estrangeira e as importações.

Há uma petição eletrônica na internet, organizada por https://secure.avaaz.org/po/petition/Contra_a_cobranca_do_IPVA_para_embarcacoes/?copy, basta preencher com poucos dados como e-mail e cep. Depois de colhido um grande número de assinatura ela é encaminhada ao Congresso Nacional a fim de tentar que a PEC 140/2012 não siga adiante. Não podemos ficar inerte!

Bons Ventos!

domingo, 27 de outubro de 2013

Feira Náutica em Angra dos Reis

Olá Pessoal,

Ocorrerá entre 14 a 17 de novembro a Feira Náutica Angra 2013. Segundo os organizadores, o evento marcará a entrada da Caixa Econômica Federal no financiamento de embarcações novas e usadas, o que traz mais uma opção para esse mercado carente de financiamento com taxas justas.

https://www.facebook.com/pages/Feira-N%C3%A1utica-Angra-2013/1397295700490675

http://www.feiranauticaangra.com.br/

Eu estarei lá!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Aviso! Novo post na página de Dicas de Leitura

Olá Pessoal,

O terceiro livro que indico a vocês chama-se “Retratos de Viagem – Caribe e Mediterrâneo – As Crônicas de um Navegador’, escrito por Osvaldo Hoffmann Filho, cuja aventura se deu no veleiro Zimbros.


Falar sobre o Zimbros para mim é uma grande satisfação, pois trata-se de um veleiro de 36 pés, feito em Porto Alegre nos estaleiros Delta, esse barco é o meu sonho de consumo!!! Seu acabamento é lindo!!! Um dia eu chego lá!, risos.

Ao completar 50 anos o autor decidiu “se mandar em etapas”, daí surgiu o projeto de partir com o Zimbros rumo ao Norte. A primeira etapa foi ir de Porto Belo até Paranaguá.

As próximas etapas eram chegar a Baía de Angra dos Reis. Depois de Angra, o rumo era abastecer em Cabo Frio e ir até Vitória, no Espírito Santo. De Vitória, partiram para Salvador e participaram da XV Refeno. Foram para Natal, no Rio Grande do Norte, e depois para o Ceará onde visitaram uma das praias mais belas do mundo: Jericoacoara! Velejaram até São Luís, no Maranhão, onde foram traçadas as estratégias para velejar até Trinidad & Tobago, chegando finalmente nas águas caribenhas.

Do Caribe partiram para o Triângulo das Bermudas, depois para Açores e Algarves, no sul de Portugal. O Zimbros foi para Sevilha e depois Inglaterra, enfim, velejou pelo Mediterrâneo e retornou pelas Canárias, realizando inúmeras aventuras e passando por diversos contratempos.

E o melhor é que o livro pode ser baixado de graça diretamente do site da Delta Yacht, cujo link está na página Dicas de Leitura. O livro é tão bom que li em um final de semana!
Bons Ventos!

domingo, 20 de outubro de 2013

Aviso! Post na Página Aventuras.

De Baltimore, ao Sul de Nova York, até o Caribe no Veleiro Alma

Olá Pessoal,

Como vocês sabem o Zabawa está passando por algumas melhorias antes de começarmos nossas aventuras, então, neste momento, só nos resta velejar através da internet! Risos.

Em busca de vídeos que narram viagens ao Caribe descobri este vídeo fantástico com excelentes narrativas sobre os locais onde fundearam.

Os velejadores são Andy e Galo (brasileiros) que moram em Baltimore e saem rumo ao Caribe. 

As imagens são lindas! Parece que o barco está levitando de tão cristalina que é a água no Caribe!

Em cada parada eles mostram a cultura e os costumes locais. Vale a pena assistir e alimentar o sonho de conhecer as maravilhosas ilhas do Caribe!

Se você é uma pessoa comum que deseja conhecer o mundo e estar próximo à natureza, não deixe de assistir o vídeo! 

Bons Ventos!

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Aviso! Post na Página Dicas de Leitura.



Esta é a minha primeira publicação de dicas de leitura no blog e como não poderia deixar de ser, decidi homenagear, representando os aventureiros e amantes do mar, a Família Schürmann. Sou fã dessa família há muitos anos! A coragem e determinação para velejar por 10 anos num período em que não havia tantos recursos como nos dias de hoje é realmente surpreendente, sem falar no fato de que velejaram com os filhos ainda crianças!


O segundo livro que li, também é relativo a aventuras no mar, foi o escrito pela matriarca Heloisa Schürmann, trata-se do livro em que a matriarca explica o “Pequeno Segredo de Kat”, a filha adotada, aos 3 anos de idade, em 1995. É uma história que traz inúmeras lições de vida! Obra que deve ser lida por qualquer pessoa, independentemente do interesse por velejar!

Não deixem de ler os detalhes!

Bons Ventos


terça-feira, 8 de outubro de 2013

Apresentação do Zabawa

Caros amigos,
É com muita alegria que divido com vocês a realização de um sonho antigo do meu marido e recente meu, mas não menos intenso que o sonho dele, risos. Decidimos curtir mais as coisas simples e belas que Deus nos ofereceu: o mar, as praias, o sol e etc, que nos deixam imensamente felizes! 

Para mim a paixão começou quando decidi fazer um passeio charter para conhecer um veleiro por dentro e visitar algumas das ilhas e praias lindíssimas de Angra. Foi nesse momento que conhecemos o veleiro ideafix, do Francisco e da Edinha. O passeio foi excelente e tivemos uma aula que durou o dia inteiro sobre a vida a bordo em um veleiro. 

Bem, chega de rodeios... Minha família virou uma família de velejadores! Compramos um veleiro Brasília 32 pés. É um veleiro antigo, mas muito bem conservado, seguro e confortável. Hoje ele se encontra em Niterói, mas em breve irá para Angra dos Reis.

O nome do veleiro é Zabawa, acredito que vocês não saibam o significado, mas “zabawa” é diversão em polonês. É isso aí: http://zabawasobreasondas.blogspot.com.br/ , esse é o nome do nosso blog.

Cadastrem-se para receber as dicas sobre produtos e serviços náuticos, mergulho, literatura náutica e, é claro, tomar conhecimento de nossas aventuras à bordo do Zabawa! 

Aqui está o vídeo para ver as fotos do Zabawa: 

video
Bons Ventos!

domingo, 6 de outubro de 2013

Fogão Náutico

Oi  pessoal,

O Zabawa foi uma ótima compra porque além de seguro, com toda elétrica revisada, equipamentos eletrônicos novos, ele é lindo. Então, decidi trocar apenas duas coisas: o fogão e o vaso, que ainda eram originais do barco.

O fogão era azul e não combinava muito com a decoração do barco como vocês podem ver na foto abaixo. 

No entanto, um fogão náutico custa caro, principalmente se for de inox. Então, decidi adaptar e comprar um fogão venax, modelo gemini, duas bocas, com 54 cm de largura por 39 de profundidade e altura de 86 cm (com os pés). Na verdade, o projeto é para camping, mas, retirando os pés e fazendo uma pequena adaptação com o acabamento inferior, coube com facilidade no Zabawa que é um veleiro de 32 pés. É claro que a ajuda do Alberto (antigo dono) foi muito mais fácil! Vejam o resultado abaixo, fico lindo!




Quanto à troca do vaso, isto será objeto de um novo post!
Bons ventos!

sábado, 5 de outubro de 2013

Saiba como conseguir a habilitação de Arrais

O artigo tem por objetivo esclarecer as alterações e procedimentos para obtenção de carteira de habilitação de Amador com enfoque à de Arrais-Amador, contudo, vou relatei alguns outros esclarecimentos necessários ao entendimento do tema proposto.

A grande novidade é a necessidade de comprovação prática, cuja última alteração foi trazida pela portaria nº 201/DPC estabelecendo que para a habilitação na categoria de ARA, o interessado deverá apresentar atestado de embarque constante do Anexo 5-F da NORMAM-03/DPC, com firma reconhecida, comprovando que possui no mínimo 6 (seis) horas de embarque em embarcações de esporte e/ou recreio, ou similares. Exigência similar também foi imposta para a carteira de motonauta, todavia, as aulas práticas deverão ter no mínimo 3 (três) horas de duração.

Essas e outras novidades e dicas estão na página Arrais-Amador!

Bons Ventos!